Exibindo-se para peões

Exibindo-se para peões de obra

Oi, meu conto trata de exibicionismo para 2 peões de obra.
Meu pai havia adquirido um apto na zona central de Bel Horizonte e como curso arquitetura na UFMG, sempre que tinha oportunidade visitava a obra do Apto com meu pai ou com minha mãe…
Tenho 19 anos e adoro usar roupas curtas, seja blusinhas, shorts ou saia e sempre que visita a obra, observava os olhares dos peões tanto pra mim como pra minha mãe… meu pai ficava doido com aquilo e sempre nos dizia que deveríamos utilizar roupas menos chamativas, mas eu adorava os olhares… inclusive me masturbava pensando como eles queriam poder se apoderar da minha xaninha.
Um dia fomos apenas minha mãe e eu, com um catalogo de cores de tinta para analisar qual quarto seria pintado de qual cor. Já na entrada do edifício ouvimos o comentário “estão chegando a mãe e filham gostosas do 3o andar”.
Ouvir aquilo me deixou de pernas tremulas, minha mãe fingiu não ser com ela. Ah… esqueci de comentar, minha mãe é linda mesmo, meu pai teve muito sorte, e sem querer me gabar, filha de peixe peixinho é, também sou bem elogiada.
Como não poderia deixar de ser estava eu vestindo uma mini-saia com uma blusinha branca soltinha (sem sutiã) que ressaltava os biquinhos de meus seios.
Chegando no Apto estavam lá 2 homens trabalhando, um negro alto de mais ou menos 35 anos e outro homem branco de 25 à 28 anos.
Fomos então visitando os cômodos que estavam prontos, o closed da suite dos meus pais já estava praticamente pronta esperando apenas pela pintura, minha mãe recebeu uma ligação e foi atender na varanda, neste momento eu estava no closed sobre uma escala aproximando o catalogo de cores do gesso do teto, tentando identificar uma cor melhor para a pintura. Quando dou por conta os dois homens estavam olhando por baixo de minha saia, fiquei vermelha na hora.
O homem negro falou que tinha ganhado a aposta, onde disse que eu estava usando calcinha de cor branca e que era de tecido e nao de renda.
Nossa, aquilo me deixou se fala, não sabia o que dizer, fiquei travada na escada, nem descia e nem pedia para que eles parassem de me analisar.
Fiquei com tesão queria ser observada ainda mais, então dei uma risadinha e disse que a calcinha era pra combinar com a blusinha branca. Então o mais jovem disse que se era pra combinar deveria ficar a mostra, e antes mesmo de terminar a frase foi levantando minha saia, e como não poderia ser diferente tocou minhas coxas e subiu até a bundinha, nossa enlouqueci.
Perguntei então pra eles se poderia me ajudar na escolha da cor do gesso, então levantei os braços e meus seios ficaram quase que todo aparente. Olhei pra baixo e vi que o homem negro estava com seu membro duro dentro da calça. Foi o maior volume que já vi… Neste momento ouvi passos se aproximando então me contive, eles entraram para o banheiro, no mesmo momento que minha mãe entrou no closed, eu ainda estava com a voz tremula mas pude disfarçar bem…
Bem, este foi meu conto… Não precisa dizer que a cada visita ao Apto em construção, aproveitava para me exibir.